Aniversário Mestre Lelo e Formado Renan

Fotos e Vídeo da Roda de Aniversário de Mestre Lelo e Formado Renan, no dia 24/04/2011, em Monjolos, São Gonçalo-RJ.





Download de Cd's de Capoeira


Estes arquivos não foram postados por mim. Eu os retirei da Internet e estou repassando. Eu testei todos eles antes de serem colocados aqui, ok?!
Fiquem a vontade para baixar.


● Abadá Capoeira Vol.1 DOWNLOAD
● Abadá Capoeira Vol.2 DOWNLOAD
● Abadá Capoeira Vol.4 DOWNLOAD
● Abadá Capoeira - Homenagem a Mestre Camisa DOWNLOAD
● Abadá Capoeira – Campanhas Sociais DOWNLOAD
●Abadá Capoeira – Berimbau & Viola DOWNLOAD
● Abadá Capoeira - Nossas Raízes (Europa) DOWNLOAD
● Abadá Capoeira - Mestrando Morcego DOWNLOAD
● Abadá  Jogos 2005 (Ao Vivo) DOWNLOAD
● Abadá Capoeira - Lobisomem - Capoeira Popular Brasileira DOWNLOAD
● Abadá Capoeira -  Noite dos Cantadores DOWNLOAD
● Abadá Capoeira - O Canto Feminino DOWNLOAD
● Abadá (Músicas 2012) DOWNLOAD
● Boa Voz Volume 1 DOWNLOAD
● Boa Voz Volume 2 DOWNLOAD
● Boa Voz Volume 3 DOWNLOAD
● Capoeira Guanabara Volume 3 DOWNLOAD
 Capoeira Nagô Vol 2 - O Som Da Capoeira DOWNLOAD
● Capoeira Nagô Vol. 3 DOWNLOAD
● Carolina Soares Volume 1 DOWNLOAD
● Carolina Soares Volume 2 DOWNLOAD
● Carolina Soares Volume 3 DOWNLOAD
● Cordão de Ouro - Mestres Suassuna e Dirceu DOWNLOAD 
● Cordão de Ouro - Mestre Suassuna - Capoeirando em Ilhéus DOWNLOAD
● Cordão de Ouro - Mestre Suassuna  - Tem Que Ter Muita Fé DOWNLOAD
● Cordão de Ouro - M. Suassuna - Sou do Tempo do Pai do Pai de Papai DONWLOAD
● Formado Azul DOWNLOAD
● Gingado Capoeira Volume 2 - DOWNLOAD
● Grupo Candeias - Mestre Babuíno - A Capoeira é Minha Vida DOWNLOAD
● Grupo Candeias 10 anos em São Paulo DOWNLOAD 
● Luanda Angola - Professor Cascão DOWNLOAD
● Mestrando Charm Volume 1 DOWNLOAD
● Mestrando Charm Volume 2 DOWNLOAD
● Mestrando Charm Volume 3 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 1 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 2 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 3 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 4 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 5 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 6 DOWNLOAD
● Mestre Barrão Volume 7 DOWNLOAD
● Mestre Bimba - Curso de Capoeira Regional DOWNLOAD
● Mestre Capa - Iê Capoeira DOWNLOAD
● Mestre Camaleão - Vai na Paz de Deus DOWNLOAD
● Mestre Capixaba - Simplesmente Capoeira DOWNLOAD
● Mestre Ephraim  - Grupo Ginga Brasil Rio de Janeiro DOWNLOAD
● Mestre Jogo de Dentro Vol.1 DOWNLOAD
● Mestre Jogo de Dentro Vol.2 DOWNLOAD
● Mestre Jogo de Dentro Vol.3 DOWNLOAD
● Mestre Ramos Senzala -"Quem vem lá sou eu" DOWNLOAD
● Mestre Ray - Tributo DOWNLOAD
● Mestre Tony Vargas - Salve Obaluaê DOWNLOAD
● Mestre Tony Vargas - Liberdade DOWNLOAD
● Mestre Tony Vargas - Saudade DOWNLOAD
● Mestre Tony Vargas - Quadras e Corridos DOWNLOAD
● Mestre Tony Vargas - Capuraginga DOWNLOAD
● Mestre Tucano Preto - Centro Integrado de Capoeira DOWNLOAD

● Vídeo Aula - Grupo Axé Capoeira DOWNLOAD
● Berimbau - Passo a Passo de toques - Grupo Senzala DOWNLOAD

● Guia dos Movimentos de Musculação DOWNLOAD
● Revista Mundo Estranho - Como Surgiu a Capoeira? - Janeiro/10 DOWNLOAD
● Livro: Arte da Capoeira De Camile Adorno DOWNLOAD

Mestre Bimba

Manoel dos Reis Machado, também conhecido como Mestre Bimba (Salvador, 23 de Novembro de 1900 - Goiânia, 05 de Fevereiro de 1974), foi criador da Luta Regional Baiana, mais tarde chamada de capoeira regional.

Ao perceber que a capoeira estava perdendo seu valor cultural e enfraquecendo enquanto luta, Mestre Bimba misturou elementos da Capoeira Tradicional com o batuque (luta do Nordeste Brasileiro extinta com o passar do tempo) criando assim um novo estilo de luta com praticidade na vida, com movimentos mais rápidos e acompanhada de música. Assim conquistou todas as classes da sociedade. Foi um eximio lutador e acima de tudo um grande educador, foi o responsavel por tirar a capoeira da marginalidade. Praticantes dessa arte se denominam "capoeira", pois, para eles, a capoeira é um estilo de vida - ser, pensar, agir como um capoeira.

Bimba empunhava regras para os praticantes da capoeira regional, sendo elas:

- Não beber, e não fumar. Pois os mesmos alteravam o desempenho e a consciência do capoeira.

- Evitar demonstrações de todas as técnicas, pois a surpresa é a principal arma dessa arte.

- Praticar os fundamentos todos os dias.

- Não dispersar durante as aulas.

- Manter o corpo relaxado e o mais próximo do seu adversário possível, pois dessa forma o capoeira desenvolveria mais.

- Sempre ter boas notas na escola.

No vídeo Relíquias da Capoeira - Depoimento do Mestre Bimba, um documento audiovisual em VHS produzido por Bruno Farias, o próprio Manoel comenta sobre os motivos que o fizeram se mudar para Goiânia, onde ele conseguiu mais apoio financeiro. Posteriormente, em uma reunião de especialistas em capoeira no Rio de Janeiro, explica-se mais sobre o nome do esporte, sobre a criação da capoeira regional e sobre esse lendário personagem chamado Mestre Bimba.

A versão original do vídeo, veiculada em 2006 pela extinta PAM TV Florianópolis (Antigo canal 17 da TVA), acabou se extraviando. Porém, recentemente, o jornalista Bruno Farias encontrou no antigo acervo da emissora uma amostra de 2 minutos do Relíquias da Capoeira: Depoimento do Mestre Bimba e escreveu uma matéria sobre o assunto, publicada no site da Revista de História da Biblioteca Nacional, junto à referida amostra.


"A capoeira é para todos mas nem todos são para capoeira"

Mestre Pastinha


Vicente Joaquim Ferreira Pastinha (Salvador5 de abril de 1889 — Salvador, 13 de novembro de 1981), foi um dos principais mestres de Capoeira da história.
Mais conhecido por Mestre Pastinha, nascido em 1889 dizia não ter aprendido a Capoeira em escola, mas "com a sorte". Afinal, foi o destino o responsável pela iniciação do pequeno Pastinha no jogo, ainda garoto. Em depoimento prestado no ano de 1967, no 'Museu da Imagem e do Som', Mestre Pastinha relatou a história da sua vida: "Quando eu tinha uns dez anos - eu era franzininho - um outro menino mais taludo do que eu tornou-se meu rival. Era só eu sair para a rua - ir na venda fazer compra, por exemplo - e a gente se pegava em briga. Só sei que acabava apanhando dele, sempre. Então eu ia chorar escondido de vergonha e de tristeza." A vida iria dar ao moleque Pastinha a oportunidade de um aprendizado que marcaria todos os anos da sua longa existência.
"Um dia, da janela de sua casa, um velho africano assistiu a uma briga da gente. Vem cá, meu filho, ele me disse, vendo que eu chorava de raiva depois de apanhar. Você não pode com ele, sabe, porque ele é maior e tem mais idade. O tempo que você perde empinando raia vem aqui no meu cazuá que vou lhe ensinar coisa de muita valia. Foi isso que o velho me disse e eu fui". Começou então a formação do mestre que dedicaria sua vida à transferência do legado da Cultura Africana a muitas gerações. Segundo ele, a partir deste momento, o aprendizado se dava a cada dia, até que aprendeu tudo. Além das técnicas, muito mais lhe foi ensinado por Benedito, o africano seu professor. "Ele costumava dizer: não provoque, menino, vai botando devagarinho ele sabedor do que você sabe (…). Na última vez que o menino me atacou fiz ele sabedor com um só golpe do que eu era capaz. E acabou-se meu rival, o menino ficou até meu amigo de admiração e respeito."
Foi na atividade do ensino da Capoeira que Pastinha se distinguiu. Ao longo dos anos, a competência maior foi demonstrada no seu talento como pensador sobre o jogo da Capoeira e na capacidade de comunicar-se. Os conceitos do mestre Pastinha formaram seguidores em todo Brasil. A originalidade do método de ensino, a prática do jogo enquanto expressão artística formaram uma escola que privilegia o trabalho físico e mental para que o talento se expanda em criatividade. Foi o maior propagador da Capoeira Angola, modalidade "tradicional" do esporte no Brasil.
Em 1941, fundou a primeira escola de capoeira legalizada pelo governo baiano, o Centro Esportivo de Capoeira Angola (CECA), no Largo do Pelourinho, na Bahia. Hoje, o local que era a sede de sua academia é um restaurante do Senai.
Em 1966, integrou a comitiva brasileira ao primeiro Festival Mundial de Arte Negra no Senegal, e foi um dos destaques do evento. Contra a violência, o Mestre Pastinha transformou a capoeira em arte. Em 1965, publicou o livro Capoeira Angola, em que defendia a natureza desportista e não-violenta do jogo.
Entre seus alunos estão Mestres como João Grande, João Pequeno, Curió, Bola Sete (Presidente da Associação Brasileira de Capoeira Angola), entre muitos outros que ainda estão em plena atividade. Sua escola ganhou notoriedade com o tempo, frequentada por personalidades como Jorge AmadoMário Cravo e Carybé, cantada por Caetano Veloso no disco Transa (1972). Apesar da fama, o "velho Mestre" terminou seus dias esquecido. Expulso do Pelourinho em 1973 pela prefeitura, sofreu dois derrames seguidos, que o deixaram cego e indefeso. Morreu aos 93 anos.
Vicente Ferreira Pastinha morreu no ano de 1981. Durante décadas dedicou-se ao ensino da Capoeira. Mesmo completamente cego, não deixava seus discípulos. E continua vivo nos capoeiras, nas rodas, nas cantigas, no jogo. "Tudo o que eu penso da Capoeira, um dia escrevi naquele quadro que está na porta da Academia. Em cima, só estas três palavras: Angola, capoeira, mãe. E embaixo, o pensamento:
"Mandinga de escravo em ânsia de liberdade, seu princípio não tem método e seu fim é inconcebível ao mais sábio capoeirista."